sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

CAMINHOS





…Beijos que percorrem caminhos de emoção
Na ternura dos encantos de doces desejos
Onde a solidão se vai perdendo
No horizonte das recordações

A distância fez-se presente
No calor do sol e lua estendida
Onde pensamentos vagueiam
Tendo apenas uma direção…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

COMO LIDAR





Como lidar…
Se os sentimentos estão trancados
Deixando no peito uma dor?

Como lidar…
Se abafo minhas lágrimas
Para se ver meu sorriso?

Como lidar…
Se fecho os olhos
Porque a boca fala
O contrário que eles querem?

Como lidar…
Na vontade e desejo
Do calor num abraço contido?

Como lidar…
Em lábios suaves
De um beijo com sabor a pouco?

Como lidar…


Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

MUNDO SÓ NOSSO





Colheste-me
Em teus braços
E tudo que restava de mim

Corpos desnudados
Lado a lado,
Onde odores saboreados
Em olhares calados
Pediam mais

Lençóis amarrotados
Têm ainda a fragrância de uma paixão
Degustada lentamente
Louca,
Incontida,
Mas sublime

Em quatro paredes
O mundo foi esquecido
E parou…
Apenas o do amor ainda existe…


Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

BARCO DE PRAZER





Meu corpo
Envolto em véus
Navega no teu barco
No desejo de ondas
Brandas
Com brisas suaves

Porém toquem meu rosto
Onde façam deslizar o véu que me cobre
Para trazer um beijo

Sinto na boca
Teus lábios macios,
Língua sedenta
Percorrer caminhos
Desconhecidos,
Ocultos,
Plenos de prazer

Navegamos assim
Em teu corpo e no meu,
Em alto mar de deleite…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

ATRAVÉS…





Uma palavra
Um coração
Um sonho
Um pensamento
Através do tempo…

Uma mão
Um abraço
Um corpo
Um desejo
Através da distância…

Uma alma
Um beijo
Um querer
Um morrer
Através dos sentidos…

Ah como através de tudo
A nossa alma sente a distância
Mas mesmo assim está presente
No aconchego do amor ausente….

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

ASAS PARA VOAR





Manhã fria como eu
Porque assim a vida me fez
Minhas asas aquecem
Dos tormentos que passo

Quero voar para longe
Para terras distantes
Dar calor à minha alma
Em voos de esperança

Erguer cabeça, ser forte
Secar as lágrimas e lutar,
Ir por trilhos, saltar barreiras
Enfrentar o mar
Mas sempre a voar…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC
Fotografia de: Tila Botelho

SONHO A REALIZAR





Fazes-me pensar,
E em poucas palavras
Fazer-me sonhar,
Ajudas-me a ter esperança
Mas estamos tão longe

Somente através de palavras
Fazes-me apaixonar
Pela vida, no amor

Amor… essa sensação tão difícil
E quase impossível de encontrar.

Fazes-me expressar emoções
Fazendo-me sentir novos sentimentos
Tu tens o poder de me fazer voar,
Como ninguém foi capaz de fazer.

Tenho a certeza que continuará a ser
Um sonho indestrutível no meu coração.

Também eu sei que, infelizmente, estamos longe
E vai continuar a ser o sonho nosso a realizar!


Fátima Porto
Testo registado e protegido pelo IGAC

A PENSAR





Dei por mim a pensar:
…Quantos segundos perfumados por nós
Se transformaram em minutos de fragrâncias
Nas horas em que os aromas se fundiram
Quando um relógio mostrava o tempo dos beijos
Onde os ponteiros teimosamente não pararam
Para perdidos no tempo ficarmos…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

NOSSO MOMENTO





Sorrisos e perfume de amor,
Tudo é melodia doce
Viver de felicidade.
Hoje e sempre

O encanto dos beijos
Calor nos abraços
Cheiro de homem
Vibrando felicidade

Aperto-te o corpo
Vejo-te e sinto
Em sedutor abraço
És carinho e luz
alegria e paz
encanto sempre
doçura-mel
Que calor delicioso teu corpo faz
e como é bom o sentir-te
Colorido nobreza tens,
Justo e merecido é o teu querer

A hora é tua
A hora é minha
A hora é nossa

Tempo brilhante de amor
Acariciando teu rosto
Bem perto olho-te
Degusto e cheiro
Escuto um tilintar de cores
No sempre sentir-te
Vibro e vivo

É maravilhoso viver de amor!


Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

ABRAÇADA EM MIM





Choro
Meu peito dói
Sinto angústia
Enrosco em mim
Os cabelos pendem
Tapando minhas lágrimas

Minha alma sangra
Por tanto tumulto
Nela contida

Oh gostaria de adormecer
Poder esquecer
Todos os raios
Tempestades
Que atingem na alma
Dilacerando em feridas profundas

Abraço-me
Para sentir meu calor…


Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

SENTIR




Olha em meu olhar
E junta nosso prazer
Em doces lábios desejados

Oh sentimento d’um presente
Como se não houvesse distância
Das palavras apetecidas
Num voar de sonhos esquecido

Leva-me com a brisa
Em despentear suave com teus dedos
Pra que eles sejam nosso lençol
Do fogo no amor vivo
Em leito aquecido….

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

...



….

…Soltei aos ventos tecidos de alegria
Aquecendo o corpo com teu sorriso
Para lavar feridas de tristeza
Com raízes de dores em mim!…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

...



….
…Não te deixo de ver
Em pensamentos que voam

És o meu acordar
Pois também
O aconchego da noite…

Fátima Porto
ATENÇÃO: Texto registado e protegido pelo IGAC

ESPERO EM TI





Meu corpo se estingue
Apenas para ti
De tentações e desejos

Mansamente
Te aguardo
Deleitando-me
Em todo este anseio

Oh como calamos
Ausentes de tudo
Doces carinhos
Em afagos de beijos
Voando para o aconchego
Do vazio sentido …


Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC