segunda-feira, 1 de julho de 2013

DESEJO


DESEJO

Desejo de querer
De vontades
Sentindo tua presença

Desejo de beijos
De um olhar consentido
No teu abraço

Desejos de ter-te
Colado a mim
No vibrar da paixão

Desejo de ouvir
Em doces murmúrios
Calar minha boca

Desejos no tempo
Sem noites nem dias
Numa demora sem prazo

Desejo de nós
Em silêncios calados
E … no amor desnudados…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

QUE SAUDADES


QUE SAUDADES

Tarde triste,
A chegar ao fim
Faz-me recordar,
Que saudade

Abro a janela
Depois da tempestade,
E eu aqui só
No silêncio e na distância,
Que saudade

Olho o infinito
Na noite escura,
Querendo tua presença
Num abraço meigo,
Que saudade

Procuro a luz
Dos teus olhos em mim,
Que ilumine nossas almas,
E o ondular do mar
Se espraie com o amor,
Que saudades….

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

domingo, 30 de junho de 2013

ILUSÃO N'ALMA

ILUSÃO N’ALMA

Estendo um olhar
Na pele delicada
Que se atreve
Tocar-me mansamente

Desejo tua companhia
Mas minha boca cala,
Porque a mente vai sonhando,
Pois quero só para mim,
Teu perfumado corpo

Só minh’alma fantasia,
Pois os pensamentos divagam,
Mas que ninguém veja,
Pois estou a sonhar

Quanta ansiedade,
Que faz sentir o abraço
E perder – me no teu olhar,
Enquanto o pensamento voa…


Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC