terça-feira, 29 de agosto de 2017

EM SILÊNCIO

SILÊNCIO

Ao anoitecer, o silêncio aparece,
Rodeado de teu perfume
Com sonhos de ti

A solidão,
Invade suave o corpo
Em delírio doce,
Com tua figura, apenas

De olhos fechados,
Pétalas de mim voam
Ligeiras p’la noite

Sem palavras,
Abafando tristezas,
O orvalho da manhã vai caindo…

Fátima Porto

QUERO-TE PARA MIM


quinta-feira, 24 de agosto de 2017

MÃOS FALAM


EM SEQUÊNCIA


MULHER QUE PENSA COM O CORAÇÃO


VOU DIVAGANDO


"MONSTROS" DA VIDA


LÁGRIMA, PALAVRA DA ALMA


UMA OFERTA AOS POETAS


DE MÃOS DADAS


PRAIA POR INVENTAR


AGORA PEÇO


HAVIA TUDO


ESCONDERAM-SE AS PALAVRAS