terça-feira, 30 de outubro de 2012

SONO





Minha cama é macia
De veludo como uma brisa
Aconchego-me em lençóis de ternura
Pouso a cabeça numa almofada de esperança
E sonho com flores em redor
Perfumando a minha dor…

Fátima Porto

Sem comentários:

Enviar um comentário

SENTIMENTOS SEM PALAVRAS