sábado, 25 de agosto de 2012

DESEJOS AO VENTO




Peço ao vento que traga
Notícias do meu amado
Que apenas sussurra baixinho
Carícias ao seu passar

Tantas são as saudades
Ah como dói na alma
Sem sentir o teu calor
No enleio de nossos corpos

Olho para o horizonte
Sentindo tua presença
Pois a brisa chega ligeira
Trazendo perfume teu

Quanto desejo sinto
Por tua pele macia
E em palavras de silêncio
Saciar num suave beijo
Em lábios de doce mel…


Fátima Porto

Sem comentários:

Enviar um comentário

É NA PENUMBRA