domingo, 3 de agosto de 2014

PENSO...

PENSO…

Tanto que penso em ti
Que me sinto oca
Sem te ter comigo

Tudo perde a importância
Quando os dias se alteram
P’lo silêncio das noites,
Abandonada,
E rodeada de solidão

Confio no tempo,
Numa doce e suave brisa
Que irá trazer caricias tuas

Vou acalentando em sonhos,
Tua doce sedução
Na tua suave voz…

Fátima Porto

Sem comentários:

Enviar um comentário

ESTENDER AS MÃOS...