domingo, 2 de dezembro de 2012

MENINO TRISTE





Tua boca calada
Faz voar sentimentos doridos
Que esventram a alma
Causando lágrimas que rolam
Entre um olhar distante

Sofrimentos abafados
Onde o sorriso de criança, escapou-se
Através dos buracos da camisa gasta

Olhos que mostram
Uma alma perdida na esperança
Sem ouvir, com tristeza
O eco de sua voz

Menino,
Cada lágrima tua
Serão minhas também
Que o vento quente d’um abraço
As fará secar

Meninos da minha Terra,
Quanto dói estar longe,
Sentir quanta tristeza invade a alma
E somente chorar também….


Fátima Porto
Fotografia de : Adalberto Gourgel
ATENÇÃO: Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

SOU MULHER E MISTÉRIO