sábado, 20 de julho de 2013

SENTE-ME


SENTE-ME

Toca,
Percorre
Com teus dedos,
Minha pele,
Sente o arrepio

Dá-me,
A maciez
De carícias,
No enleio
Do calor do teu abraço,
Aconchegando
Até ti
Meu corpo

Desejo
Sentir o teu querer,
Ao teres-me
Presente,
Mesmo que ausente,
Mas
Sente-me …

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário