domingo, 29 de junho de 2014

MULHER AO NATURAL

MULHER AO NATURAL


Descompliquem
o que nada há de complicado
no simples corpo de uma Mulher

Na sua nudez,
nos seus afagos
carícias,
faz criar desejos,
quereres

Um voar na louca imaginação
onde beijos
que línguas que se trocam
se envolvem,
Num deslizar na pele suave
com perfume de rosa

Estimula sentidos
com respiração
que acelera

Um despertar
voraz de fera
Mas com suavidade
que não quer perder
Esta mulher simples e natural...


Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

PEDRAS DA CALÇADA