domingo, 15 de junho de 2014

OLHARES

OLHARES

Cruzá-mo-nos…
Nossos olhares
Falaram por nós
Onde mil palavras
Não diriam tanto

Almas que se abriram
Profundamente,
Deixando voar
Para bem alto,
O sentimento
E a vontade

Olhos transparentes,
Expressivos,
Que não se fecharam,
Transmitindo gostos,
Sonhos

Passaria por ti,
Para nossos olhares
Se voltarem a cruzar,
Mesmo de longe,
Nem que fosse por instante...

Fátima Porto

Sem comentários:

Enviar um comentário

AO TELEFONE TUA VOZ, NOSSO DESEJO