sexta-feira, 20 de junho de 2014

REFLETINDO

REFLETINDO

Acalmo no teu perfume,
Na distância do teu sentir,
Da vontade de ti
Em rumor do segredar

Desejo teu acordar,
Das fragrâncias em carícias,
Nos teus lábios em beijos,
E serem meu despertar

Teu desejar enlouquece-me,
Idealizando,
Silenciando os olhos aos ensejos,
Numa explosão de emoções,
Largando-as em liberdade
Como a chuva,
Quando molha meu corpo

Que as vontades façam transbordar
Os mais intensos anseios,
Dedicando os belos momentos,
Na exaltação da nossa existência…

Fátima Porto

Sem comentários:

Enviar um comentário

PEDRAS DA CALÇADA