sexta-feira, 13 de junho de 2014

QUANDO EU MORRER

Quero de ti
simplesmente
um beijo eterno
e teus olhos
postos em mim
porque eu estarei
já a velar por ti

Não me dês flores
em nome do nosso amor
...Elas murcham

Acaricia meu cabelo
com o toque suave
das tuas mãos
porque a minh'alma
vai vibrar de emoção

Sorri para vida
meu amor,
não quero as tuas lágrimas
porque um dia
nos iremos encontrar
em pleno Paraíso do Éden
para o nosso Amor sem fim

Não me digas adeus,
Serei o teu Anjo da Guarda

Quando eu morrer...

Fátima Porto

Sem comentários:

Enviar um comentário

RASAS E ESPINHOS