sábado, 18 de junho de 2011

CHEGADA DA NAU


Como espero por ti
minha paixão
vindo dessas longiquas paragens
entre o cansaço
e o desejo
de um abraço
Mesmo longe
estamos tão perto
em sentimentos
que nos unem
ultrapassando barreiras
A nau da vida
leva-nos
Vamos nela
sem timoneiro
ao sabor do vento
e das ondas
e do nosso querer
até chegarmos à nossa ilha
Vem...Vem ao meu encontro

Sem comentários:

Enviar um comentário

É NA PENUMBRA