domingo, 5 de junho de 2011

DANCEMOS


À luz do luar
dancemos a nossa música
onde os tons suaves
se misturam
com o acelarar
dos corações
em compassos
leves e doces
do toque
dos nossos corpos
Ao longe
o som de violinos
encantam o sonho
da nossa dança
que não tem fim
Como estamos tão perto
Minha paixão,
façamos desta dança
a dança do amor pleno
até o dia raiar...

3 comentários:

  1. Que dancem os pensamentos
    Que dancem nossos corações
    Que dancem nossos sonhos
    A dança das emoções.

    O importante é que dancemos
    A dança do imaginar
    Numa noite de lua cheia
    No ritmo do AMAR.

    E se por acaso esquecermos
    Onde fomos parar
    A opção é deletar a realidade
    E deixar continuar.

    ResponderEliminar
  2. Sensiblidade, doçura, meiguice, "finesse" até para as coisas d amor....tens muitas qualidades poeta, não só estas, mas citei algumas das que ficam explícitas no poema e no poema resposta que postaste.....vc parece-me a fonte do amor inesgotável.....sabe, me perdoem as fãs e musas mas a vontade é beber nessa fonte até sacias a vontade (e olha que é muita).....

    ResponderEliminar
  3. As chaminés perfumadas
    de imensos castelos,
    Elevam longos suspiros
    aos doces bailarinos
    Além dos céus eternos
    a rumar ao imenso infinito...
    Aqui o amor é celebrado ,
    nos sorrisos da casa
    no aquecer das almas que bailam
    ao som de linda melodia ...
    Perdidos no tempo... perdidos no infindo...
    Que doces palavras minha linda poetisa...

    ResponderEliminar

RENDER-ME AO CASTIGO