sábado, 25 de junho de 2011

CRISTO PREGADO


Nuvens negras cubriram o céu
raios atravessaram-no
o ribombar das trovoadas
estremeçeram todos os homens
ao seres pregado na cruz
Ó Cristo
Tiveste pena de quem tanto
te maltratou
apredrejou
cuspiu
mentiu
E ainda te puseram
um cravo em cada mão
e outro nos pés
e uma coroa de espinhos
Espinhos que representam
o ódio dos homens
a mentira dos homens
a maldade dos homens
Mas entre o céu negro
e raios a rasgarem-no
Tu é que foste pregado
Ó CRISTO

1 comentário: