sábado, 4 de junho de 2011

SENSAÇÕES


Frio....

que abrasa em corpos

Calor ...

que refresca nas almas

Deixando um escadar

nas veias

E um amornar no espírito

Explanando sensações

Como quem navega

no mar imenso

intenso...

Arrebatando

até ao âmago do ser

Neste misto

de frio e quente

Dois extremos que se tocam

Construindo

uma forma de ebulição

contínua e perfeita !!

Sem comentários:

Enviar um comentário

RENDER-ME AO CASTIGO