sábado, 19 de maio de 2012

MEDOS...




Como seria bom esconder-me
enroscada em teus braços
como uma criança abandonada
precisando de amor
do calor de um corpo
e deixar render
à proteção, ao amor, carinho
de uns braços fortes de paixão
enquanto os vendavais,
as tormentas,
passam ao lado sem me tocar.....

Estou e sou protegida
Eu quero ser protegida

Eu não sou forte
magoaram-me
feriram-me muito forte
e tudo ficou escuro
e apenas choro
choro

Quero-te sentir
no apertar do meu corpo
em teus abraços cheios de paixão
as tuas mãos em caricias
meigas , suaves, como tu...
serenas e calmas

Beijando e protegendo
boca que nunca beijei
e bebendo esses beijos
de loucura e um querer
deixando-me levar ao encontro
da ansia ate ao êxtase total...






Fátima Porto

Sem comentários:

Enviar um comentário