sexta-feira, 18 de maio de 2012


(…)

…Meu peito desfaz-se
Nos céus de tormentas
Soltando-se em tristezas e mágoas
Das feridas que sagram

Voem para longe
Sentimentos que atormentam
E que esventram minh’alma…


Fátima Porto

Sem comentários:

Enviar um comentário

SENTIMENTOS SEM PALAVRAS