quinta-feira, 17 de maio de 2012

SALTO PARO O AMOR




Salto desta angústia
Como as lágrimas que rolam
Com o sabor a sal do mar
Que se estende nas areias da praia

Salto deste receio
E saio para a rua em dia de chuva
Deixando molhar-me até à alma
Lavando toda a tristeza

Salto desta mágoa
Fazendo reviver meus sonhos
E deixando entrar o sol em mim

Salto do meu silêncio
Deste desânimo que me isolou
Soltando meus cabelos
Fazendo meu coração sorrir

Meu amor está a chegar
Vou saltar para os seus braços
E esquecer a ausência…


Fátima Porto

Sem comentários:

Enviar um comentário

QUANDO NOSSAS BOCAS SE UNIREM