segunda-feira, 28 de novembro de 2011

DESEJOS AQUECIDOS


Desnudada
Aquecida
Por abraços de amor
Beijos na alma

Lembranças ao pôr-do-sol
Quente até às entranhas
Dois corpos nus
Entrelaçam
Encaixam
Vibram

Desejos
Num olhar vago
Perdido na imaginação
Da espera contida
Ansiada
De um nada…


Poema editado no Jorna O REBATE de Macaé - Brasil

1 comentário: