domingo, 6 de novembro de 2011

ESPAÇO ABERTO


No espaço
Da minha imaginação
Abro a porta
Em outra dimensão
Para te deixar entrar

Corri
Viajei
Por todos lados
Procurei
Entre satélites
E planetas

Na zona universal
De minha fantasia
Erigi uma porta sempre aberta
Para a invadires
Conquistares
E tomares
De assalto
Sempre que lá chegares

Então divagaremos
Juntos
Num espaço que é só nosso
Mas de porta fechada!

Poema editado no Jornal O REBATE de Macaé - Brasil

Sem comentários:

Enviar um comentário

RENDER-ME AO CASTIGO