quinta-feira, 17 de novembro de 2011

FASCINAÇÃO



Vejo-te na imaginação
Em mim
Meu enlevo
Em devaneio
Mas a tristeza invade

Meus olhos não te vêem
O sonho atraiçoa
Trazendo ao corpo
O tremor
Do teu carinho

Meu pesar é seco
Já teve lágrimas

Como por encanto
E conforto
Tu virás de novo
Em ventos para lá do tempo
Com afagos de ardor
Para delírio meu…


Poema editado no Jornal O REBATE de Macé - Brasil

Sem comentários:

Enviar um comentário