sábado, 28 de abril de 2012

DESEJOS OCULTOS




Fixas meus olhos
Em desejo
Pedindo calado
Um beijo
Suave, ansiado
No toque dos lábios

Em silêncio
Corpos se colam
Em odores que se misturam
Rogando mais

Desnudam-se
Sentimentos
Em mãos que deslizam
Por caminhos ocultos
De peles nuas

Desejo
De um momento a dois
Transformado
Num corpo só…


Fátima Porto

1 comentário:

RENDER-ME AO CASTIGO