quinta-feira, 22 de março de 2012


(...)



Senti meu colo vazio
Numa noite sem dormir
Com pensamentos sem palavras
De folhas em branco de nada

Brilham luzes na escuridão
Como o aquecer de mim
Pulsando na minha alma
A dor da solidão…

Sem comentários:

Enviar um comentário

É NA PENUMBRA