terça-feira, 20 de março de 2012

NOITES DE ÁFRICA




É bom recordar
Com sabor a nostalgia
Noites de magia pura
Quando ao longe os batuques
Ao som do luar
Batiam forte os corações

Das planícies às savanas
Terra vermelha vibrava
Cânticos sentidos em vozes roucas
Com a firmeza das danças
No ondular dos corpos

Minha Terra é tão grande
Que desde o deserto a Cabinda
Batuques diferentes se ouvem
Misturando as cores das roupas
Com as missangas de enfeites

Quero voltar a ouvir
Batuques da minha terra
Em noites de lua cheia…

1 comentário:

RENDER-ME AO CASTIGO