domingo, 4 de março de 2012

DISPO-TE




O corpo,
a alma despiste-a.

Eu, apenas te dispo a roupa
e desnudo
corpo quente,
de homem louco

Perdido nos desejos
que me entregas
me fazem perdida

A minha língua deleita-se,
no peito
e desvenda do teu ventre,
os desejos escondidos,

a vontade
os gemidos
que tens para me entregar
Devagar
as minhas mãos conquistam-te,
nas palavras caladas que soam,

quentes,
dormentes,
porque tudo é palpitar de silêncios,

És,
o meu encaixe perfeito,
ninho das minhas mãos,

deixa-te ficar...
eu visto-te,
para te voltar a despir outra vez!

1 comentário:

UTANHA WÁTUA!

Singela homenagem a Carlos Gouveia (Goia),conhecido poeta Angolano Benguelense Retirado do seu livro com Edição CONVIVIUM BENGUELA 1972 ...