sexta-feira, 2 de março de 2012

DESEJOS




Desejos de querer
De vontades
Sentindo tua presença

Desejo de beijos
De um olhar consentido
No teu abraço

Desejos de ter-te
Colado a mim
No vibrar da paixão

Desejo de ouvir
Em doces murmúrios
Calar minha boca

Desejos no tempo
Sem noites nem dias
Numa demora sem prazo

Desejo de nós
Em silêncios calados
E … amor transformados…

2 comentários:

RENDER-ME AO CASTIGO