sexta-feira, 7 de junho de 2013

TANTO AMOR




Ao meu ouvido segredas
Belas palavras de Amor
Que faço transbordar
Em páginas cheias d’encanto

Junto ao teu corpo, colados
Beijos calam falando por nós
Sinto teus olhos em mim
Lendo o que escrevo na Alma

Envolvemos nossos corpos
Em vontades e desejos
De mansinho e sem pressas
Degustando nossos sabores

Os olhares sorriem
Ao bem-querer deste amor
As vozes tremem de emoção
E os corações vibram de júbilo…



Fatima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

PEDRAS DA CALÇADA