quarta-feira, 2 de julho de 2014

...



...Vais sentir,
Bem fundo da tua alma,
Pois sem palavras,
Saberás que sou eu
Quando olhares bem para os meus olhos

Nada se dirá,
Mas sob a tranquilidade da noite,
Ir-se-á fazer ouvir, apenas,
Uma suave brisa
Embalando nossa paixão…


Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário