quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

ALMA SOFRIDA




Leva-me até ti
Deixa que minha alma parta
Pois meu corpo está frio

Traz em mim teu olhar
De um ser apodrecido
Que nem pisado já é

Eleva-se uma alma sofrida
Dilacerada e escondida
Para o sorriso de uma luz
Que ilude e encanta
No prazer do desejo…

Sem comentários:

Enviar um comentário

DESCOBRIR-ME...