domingo, 15 de janeiro de 2012

PRAZER/DESEJO




Encontro da paixão
Perdidos em sonhos
Num abraço de desejos
Em beijos de quereres

Constelações de vontades
Inspirados em luar brando
Com estrelas quiçá a mais brilhante
De impulsos inquietos dos amantes

Noites de prazer
Entrelaçados em outra grandeza
Onde não existe limites
Para tamanho anseio

Sentimentos apetecidos
Num remoinho em chama
Clamando gritos abafados
Em horizonte sem fim

1 comentário:

  1. Olá Fatima! Perfeito poema! Lindo e caloroso!
    Te conheci através da 'sociedade dos Poetas Vivos!
    Que maravilha foi ter encontrado seu cantinho! Aproveito e te convido para ser minha amiga lá no meu blog tbm!
    Fica em paz e uma ótima tarde para ti!

    Aline Santos, autora do blog 'Epífises de uma Pérola!'

    Fuiii....Mas volto!

    ResponderEliminar

RENDER-ME AO CASTIGO