domingo, 22 de janeiro de 2012

AMOR AO PÔR DO SOL





O sol se põe
Cores quentes
Doces e amantes...

A praia é nossa...
Molhamos os pés na água
Dá um arrepio...

Fujo...
Mas uma onda molha meu corpo
Roupa,
Deixando ver toda a sensualidade
Para rolarmos, como crianças,
Na areia molhada da praia...

Um beijo quente
Longo entre carícias
Nos nossos corpos
Enlouquecem
Fazem-nos querer
Mais, mais e mais...

O sol...
Mar...
São nossos cúmplices
Deste amor tão querido, apetecido
Beijos roubados
Beijos loucos
Onde nossas línguas
Se entrelaçam
Com sofreguidão...

Tuas mãos
Percorrem meu corpo
Por caminhos ainda escondidos
Na roupa molhada...

As minhas…
Suavemente
Vão de encontro
Às tuas...

E sem falar...
Queremos mais...
nossos olhos pedem por nós
Enquanto rolamos
na areia molhada...

Já não existe sol...
mar...
Mas dois corpos unidos
Num amor total!

Sem comentários:

Enviar um comentário

É NA PENUMBRA