sábado, 7 de janeiro de 2012

QUANDO EU MORRER...



Quero de ti
simplesmente
um beijo eterno
teus olhos
postos em mim
porque eu estarei
já a velar por ti

Não me dês flores
em nome do nosso amor
...Elas murcham

Acaricia meu cabelo
com o toque suave
das tuas mãos
porque a minh'alma
vai vibrar de emoção

Sorri para vida
meu amor
não quero as tuas lágrimas
porque um dia
iremos encontrar
o paraíso do Éden
para o nosso Amor sem fim

Não me digas Adeus
Serei o teu Anjo da Guarda
quando eu morrer...

1 comentário:

  1. Desculpe me utilizar de um e-mail que não é meu, mas se não fosse assim, não teria como comentar.
    Gostei mesmo desse poema, apesar de fazer pensar de uma forma pouco confortável.
    Gosto do que é diferente e nesse quesito estou incluindo "Quando eu Morrer..."
    Beijos.
    Graziella Mafraly

    ResponderEliminar

DESCOBRIR-ME...