segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

ANIVERSÁRIO DO MEU PAI




Hoje é teu Aniversário
Mas não te levarei prendas
Nem flores
Apenas terás a minha presença

Prendas e flores
Quando não são dadas em vida
Para que servem depois da morte

Em silêncio
Com palavras caladas
Falarei contigo, meu Pai
Para nosso conforto

O teu colo já não o tenho
Ou um simples olhar
Que tudo traduzia
Porque um dia, serenamente
Deixaste de estar junto de nós
Foste numa viagem sem retorno
Descansando a tua cabeça no meu colo

Rolam-me lágrimas de saudade
Porque te queria dar um beijo
Agarrar-me ao teu pescoço
E dizer-te:
PARABENS PAPÁ pelos teus 81 anos!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

RENDER-ME AO CASTIGO