domingo, 28 de abril de 2013

ÁFRICA POR DESVENDAR




Povos d’África
De negro tingido,
Sofrendo, de lábios sorrindo,
Na fome d’um abraço

Vive momentos
Como por magia,
Na doce-amarga vida,
Em que sopra a brisa
Semeando sua presença

Nos cânticos negros
Fazem-se transportar ao passado-presente,
E com a mesma enxada
Plantam no actual momento
Um futuro incerto

Ah povos d’África,
Plenos de segredos que pairam no ar
Ainda por desvendar…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

POUSAS AO DE LEVE