sábado, 13 de abril de 2013

TENHO SAUDADES TUAS




Queria ter-te aqui comigo,
A meu lado,
De mãos dadas
Olhos nos olhos…

Rodear tua cintura
Apertar-te contra mim
Sentir teu corpo…

Desejar o teu desejo
Sentir o pulsar do coração
No aconchego do teu peito
Beijar-te a boca
Sentir o que muitas vezes senti…

Tenho saudades tuas…

Chamar o teu nome
Ver o teu sorrir
Estar onde estás mesmo estando contigo,
Não ontem nem hoje, mas, sempre

Perder-me no teu enleio
E jamais encontrar desculpas,
Viver os caminhos e os atalhos que se trocassem à nossa frente
E esquecer o tempo que nos envolve
Omitindo a dor da ausência, pelo teu mélico desejar

Tenho saudades tuas…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

NÃO MOSTRO MEU OLHAR