sexta-feira, 26 de abril de 2013

COMO EXPLICAR




Como hei-de explicar
Se tenho dias que amanheço
A pensar em ti,
Nos teus carinhos, longe do meu corpo,
E que clama por eles

Como explicar,
Pois te apoderas dos pensamentos,
Ainda que em sonhos,
Beijas-me,
E nosso olhar fala

Como hei-de explicar,
Que te sinto tão perto
Como se entre nós, não houvesse distância

Como explicar,
Que ainda sinto o calor do abraço
No teu aconchego,
E fico a pensar
Que a vida sem ti não é nada…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

SOU MULHER E MISTÉRIO