sábado, 6 de abril de 2013

INSTANTE DO MOMENTO




Encosta a tua mão na minha
Para eu notar que estás aqui,
Abraçando-me,
Numa sensação de aconchego,
Para que me perca em ti

Os olhos num doce silêncio
Dizem um mar de palavras
Sem que os lábios se movam

Nosso momento é agora,
E que seja imenso
Adoçando em contentamento
P’la noite, com o espalhar das luzes das estrelas
E na madrugada, com a lua prateada

Afaga-me no teu prazer
Deseja-me,
E deixa em meus lençóis, a tua fragrância…

Fátima Porto
Texto registado e protegido pelo IGAC

1 comentário: