segunda-feira, 25 de julho de 2011

AVE RARA


Com o raiar da manhã
no beiral da minha janela
canta um doce passarinho
cantiga triste d'ouvir
Está só como eu
faz-me chorar
no seu belo trinar
parecendo chamar
por quem tanto ama
Ave rara
que em meu beiral cantas
és livre
mas não o queres ser
deixa juntar meu grito apagado
em tuas penas
molhadas p'lo meu pranto...

Sem comentários:

Enviar um comentário