terça-feira, 5 de julho de 2011

PENSAMENTOS


Solto um grito
No eco imenso
Com tempero de tristeza
Voz que não retorna
Em alma estilhaçada
Perde-se
No mar calmo
Tento agarrar
Esvaindo por entre os dedos
Continuando perdido
Penso como grito se abafou
Num dizer e clamar
Surdos
Querendo
Implorando
Até me deixar
Cair no mar
Onde a minha voz se perde
Restam-me pensamentos
Do meu gritar
Querer-te
E não me ouvires
E eu nas águas onde a minha voz
Se perdeu…

1 comentário:

AO TELEFONE TUA VOZ, NOSSO DESEJO