quinta-feira, 14 de julho de 2011

A POESIA

Eu canto à rima
à ode
à proza
Porque é Poesia
Canto ao amor
à esperança
à alegria
porque é Poesia
Eu canto à vida
à tristeza
à morte
porque é Poesia
Canto ao fazer amor
aos corpos nus
em êxtase
porque é Poesia
Canto eu ser eu
por amar
e ser amada
Porque é Poesia...

1 comentário:

  1. Lindo poema sobre um ode à vida e à morte. Uma ode ao viver por Ser.

    ResponderEliminar

ESCONDERAM-SE AS PALAVRAS