terça-feira, 26 de julho de 2011

DEITADO


Suavemente
adormeçes numa cama
deixando-te levar
p'los mais loucos sonhos
Mansamente
sentes um carinho meu
que te envolve
na doçura d'um sorriso
Mostras teu corpo
como pedindo
que vá a teu encontro
Como desejas e queres
sentir por inteiro
o prazer
a delicia
de um amor sentido
e consentido
Teu corpo estremece
ao sentir uma leve brisa nocturna
A janela do quarto estava aberta
enquanto dormia e sonhava....

Sem comentários:

Enviar um comentário