sexta-feira, 22 de julho de 2011

DA MINHA JANELA


Limpo os vidros
embaciados
da janela onde
vislumbro o horizonte
O sol põe-se
para dar lugar à noite
Da minha janela
vejo o mundo
a mim
a ti
a todos
Ela é pequena
mas abarca
sentimentos
desejos
quereres
numa imaginação louca
de um querer voar
de estar presente
Através da minha janela....

Sem comentários:

Enviar um comentário

ANJOS OU DEMÓNIOS