sábado, 25 de fevereiro de 2012

CHEGADA DO AMOR




Entre vales e planícies
Encontrou-se o amor
Sem deixar voar
Instantes de encantamento
Em que os olhos sentiram
O sabor da paixão

Oh doce desvario
Que trouxe novo viver
Chama ardente em alma esquecida
Sorriso da emoção
Nas vontades tidas

O querer forte
Mansamente recebido
Por entre meias portas nos dizeres
Como um deliciar musical
Embebido em beijos transformados …

Sem comentários:

Enviar um comentário

RASAS E ESPINHOS