domingo, 12 de fevereiro de 2012

PREVEJO




Que saudades de um passeio
Na distância do desejo
E voas até mim
Trilhando as barreiras da mente

Sinto e prevejo tua vinda
Pescando os ventos que chegam
Nas redes dos meus braços

Raios de sol aquecem teu abraço
No ondular dos corpos em mar calmo
Um beijo suave e lento
Como espuma das ondas deslizando na areia da praia

A brisa passa em meu redor
Branda e mansa
Nas redes dos meus braços
Sussurrando carícias tuas…

1 comentário: