domingo, 5 de fevereiro de 2012

TROVA À LUA




À luz da lua vou gritar
Pelo cintilar das estrelas
Haja uma que brilhe mais
E conte segredos do meu amor

Luar do encantamento
De desejos
E quereres
Faz-me vibrar nesta noite
Envolta no afago de teus braços
Até ser manhã

Que se apague a última estrela
Ao raiar de um novo dia
Pois teu calor permanece
Nos olhos da alma de quem aquece

Oiçam bocas surdas
Novo cantar de esperança
Meu peito clama teu nome
Em noites providas de mil estrelas
Soando trovas de amor
Entoado à luz da lua fadado…

2 comentários:

  1. Que lindo querida poetisa, magnifico!

    bela poesia.

    beijos


    Gislaine P.E

    ResponderEliminar
  2. .

    Finalmente, posso deixar meu comentário!

    Belissimo poema em trovas. Gosto de trovas e haicais, mas tenho um séria dificuldade com a métrica. Por isso escolhi os versos livres...

    À luz da lua vou gritar
    Pelo cintilar das estrelas
    Haja uma que brilhe mais
    E conte segredos do meu amor

    Como sempre, a Poeta e seus cantos de amor!

    Carinhosamente
    ANJES

    ResponderEliminar