quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

A PRAIA




A praia está deserta
Só eu!
Uma brisa doce e calma
O mar, de onde em onde,
mostra as suas ligeiras ondas
E eu sentada contemplando

De repente, sinto uma vontade louca
De os meus pés molhar

Que bom!
Que doçura de sensação!

E a praia continua deserta
Mas há algo que eu também quero fazer
Dispo-me...
Para um banho nu, na praia deserta

O meu corpo vai lentamente sentindo a espuma das ondas,
e aos poucos o Mar é MEU!!!!!
Sou que nem sereia que volta para o seu reino....

Rodopio

Mergulho

Que sensação

Mas a sereia, é uma mulher da terra,
Que afinal sou eu!
E tenho que voltar

Já vestida, e sentada,
Olho de novo o Mar que por momentos foi MEU!

Sem comentários:

Enviar um comentário