sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

COLO VAZIO



…”No meu cais de abrigo
Agarro-me ao perfume que deixaste
Em pétalas soltas dos abraços quentes
Num desejo sentindo o colo vazio”…

Sem comentários:

Enviar um comentário