quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

LUA



Como nos amámos
à luz do luar
em beijos sôfregos
de desejos incontidos
num querer desmedido
reluzindo nossos corpos

Como te quis
quero
e quererei
cada vez mais

Nossa ânsia voraz
de sermos um só
sob a tua luz
mostrando os contornos
de caminhos
por nós percorridos
e desvendados

Como me desejaste
e desejas
cada vez mais

Lua
luz magica
luz de prata
luz que encanta
e mata quem ama
Neste amor ardente

Sem comentários:

Enviar um comentário