terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

DESEJOS DE FOGO




Anoitece
Na busca de prazeres ocultos
Em sons que só a alma traduz

Fulgor na calma antecipada
De um sentir interior
Profundamente querido

Ventos de mansidão
Carregam nuvens de fogo
Beijando braços em enleio
Em corpos de paz alvoraçada

A luz vai escondendo-se
Ao longe por entre os ramos pálidos
Deixando uma chama acesa
Em paixão na vida desejada

1 comentário:

PRAIA DA SERENIDADE